Entrevista com Dayane Santos Araujo

Texto por Rafael Amin e Enrico Zanetti

Nome: Dayane Santos Araujo

Data de Nascimento: 24/04/1987

Signo: Touro ♉

Função: Professora de História

FJP.: O que te fez se interessar por História?

D.: Sempre tive excelentes professoras de História na escola que sempre me inspiraram por ter uma abordagem crítica e sensível sobre os fatos e eu conseguia “viajar” no tempo graças a elas, Leda Tavares e Lurdinha. Aos 10 anos, eu falava que já tinha escolhido o que queria ser quando crescer: professora de História e aqui estou muito feliz!

FJP.: Você vê alguma dificuldade em ensinar, em geral, e mais especificamente História, no Brasil?

D.: Ser professor é muito difícil! Existe uma cultura de desvalorização da carreira docente no Brasil. A História, assim como as ciências humanas no geral, é uma disciplina poderosa porque nos traz senso crítico capaz de transformar uma realidade e, por isso, muitos professores de História “incomodam”. Hoje, as ciências humanas, no Brasil, passam por um momento muito delicado e é ainda mais desafiador trabalhar com a História em sala de aula. 

FJP.: Ano passado você dava aula para os segundos anos, agora está nos primeiros. Existe alguma diferença além do conteúdo?

Sim! A minha maior preocupação é que o aluno do 1º ano tenha afinidade e estabeleça uma conexão com a disciplina. Ele precisa, primeiro, gostar de estudar História e percebê-la para além dos fatos.

FJP.: Como está sendo dar aula para os terceiros anos pela primeira vez?

Uma experiência incrível e muito rica! Fui muito bem acolhida por todos os alunos! Eles foram meus alunos no ano passado e o fato de ter tido este contato facilita muito a aprendizagem! 

FJP.: Como as mudanças do novo Ensino Médio mexeram no seu modo de dar aula?

A grande mudança está no 1º ano do Ensino Médio. A disciplina de Itinerário Formativo “História, Pesquisa e Conhecimento Científico” foi implantada neste ano na grade curricular e permite tratar de temas mais atuais, então, por exemplo, é possível falar dos Hebreus e direcionar uma discussão sobre os negacionistas do Holocausto. Além disso, as aulas valorizam o engajamento e o protagonismo dos alunos diante de diversas atividades voltadas para a pesquisa científica e o processo de criação, a partir de situações-problema. 

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é 5zpP0yEvybbxh9EOhap_JbPWLxaeAX3WD5tmIxXhPUsYujIe6ZXQpRL6ZTjzvC7wECuSz2HDJFGzKKrqOZTlgQeyMVEtMSAsE89qXmzwS9Hic1YzkI2DQlYJkTLNQLCCOrk58Suq

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s