Pela primeira vez, de novo

Texto por Rafael Amin

Esse é o segundo ano do FalaJP! e esse também é o primeiro ano do FalaJP! Parece contraditório, mas acredite, é apenas biológico. Bem, biológico, mas com uma pitadinha de filosofia. Pense em um corpo humano, com suas células se regenerando e morrendo, chega um ponto em que todas as células já são diferentes das originais, mas a pessoa ainda é a mesma. Ou pense em uma vassoura, composta de um cabo e de uma cabeça, se você trocar a cabeça, ainda é a mesma vassoura? E se depois você trocar o cabo? Não sei se a vassoura é a mesma, mas sua função continua igual. Aconteceu a mesma coisa com o FalaJP, algumas – a maioria – pessoas que escreveram no primeiro ano do jornal saíram, mas a função e o objetivo dele continuam iguais.

Acho que agora seria uma boa hora para explicar esse objetivo, mas eu não sei direito qual é ele. Fiquei o primeiro ano passado inteiro procurando. É essa mania estranha dos seres humanos de buscar um porquê das coisas. Um porquê das terças à tarde, uma finalidade para aquelas três horas gastas todas as semanas. Acho que, finalmente, entendi esse porquê com um texto que o Joca escreveu pro próprio jornal: Era uma tarde de terça-feira. Recomendo muito a leitura para quem ainda não chegou a ler. Mas o próprio título vem carregado de um peso enorme: “era”. Era afinal, não vai ser mais, essa “finalidade” acabou junto com 2019. O que vai ser agora eu ainda não sei, mas acho que isso pode ser uma coisa interessante.

Por mais que eu não saiba qual é o objetivo do jornal, sei qual é sua função. O segundo primeiro ano do FalaJP! é como uma vassoura, uma vassoura simples, sem nenhum adorno, mas com uma função bem clara. Essa é de dar voz às pessoas que escrevem para ele, e assim, com cada texto novo, de cada aluno, a vassoura vai ganhando seus enfeites.

Mas, afinal, o que é “dar voz”’? Ano passado, quando eu escrevi um texto parecido com esse para a segunda edição do jornal, eu entendia “dar voz” como processo de abrir espaço para o contato com o outro. Assim, o FalaJP! daria voz às pessoas que escrevem nele por funcionar como um espaço onde o texto encontra o seu leitor. Talvez isso seja verdade em blogs ou redes pessoais, mas agora eu penso que o jornal dá voz de uma maneira diferente, penso que esse processo envolve apenas uma pessoa: aquela que escreve o texto. Deixa eu explicar.

O escritor russo Vladimir Nabokov, em um ensaio sobre Liev Tolstoi, escreveu: todas as pessoas são o palco de duas forças: a ânsia de privacidade e o desejo de sair pelo mundo. É nesse sentido que o FalaJP! dá voz, quando a pessoa, ao escrever, consegue encontrar uma balança entre essas duas forças. Somos jovens em formação, ainda estamos nos descobrindo e descobrindo nossos gostos, sendo assim, nossa voz é dada quando conseguimos canalizar essas forças e escrever um texto que ao mesmo é pessoal e interessante para o outro. Então, talvez a expressão correta não seja “dar voz” e sim “achar voz”, achar estilo, achar forma e balança. A graça do FalaJP! não necessariamente está em saber que alguém gostou do seu texto, mas, simplesmente, olhar para ele e pensar: eu acho que escrevi um bom texto. (Infelizmente isso nem sempre acontece, mas aí já é outra história rs). 

Por isso, acredito que todo novo ano do FalaJP! vai ser também o primeiro ano do FalaJP!. Sempre que novos adolescentes em processo de formação decidirem, em pleno ensino médio, gastar um tempinho escrevendo, expondo-se,  achando sua própria voz, então, a vassoura do FalaJP! vai ser enfeitada de maneira diferente. Eu sinto falta daquelas tardes de terça do texto do Joaquim, das desculpas, das piadas internas, das brigas por canudos e capitães da areia. Mas também estou curioso para saber como vão ser as novas tardes de terça, como a vassoura vai ser adornada dessa vez; o que vai ser desse novo FalaJP!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s