A humanidade vai para Marte?

Texto por Pedro Frezza

Possível estrutura de colonização em Marte (Foto: Divulgação)

Dentre todas as empresas que realizam exploração espacial, a SpaceX é considerada uma das mais promissoras no ramo. Um dos fundadores da empresa, o engenheiro e empresário, Elon Musk, é uma mente brilhante que traz para realidade a possibilidade de levar seres humanos para Marte através de super foguetes. Os empecilhos e as dificuldades para levar seres vivos para outro planetas são incontáveis, pois apesar de parecer lindo e luminoso, o espaço (fora de ambientes planetários) é um ambiente que, além de inibir a formação de qualquer forma de vida, também é letal para qualquer um dentro de seus domínios. Por isso, muitos querem saber como Elon Musk fará para levar humanos para um lugar a milhares de quilômetros de distância, em uma viagem que dura meses, dentro de um “cilindro de metal”. 

Bom, primeiramente precisamos entender a trajetória da SpaceX em seu programa espacial. Mesmo aparentando ser perfeita, muitos erros foram cometidos e MUITO dinheiro foi perdido por conta de testes mal-sucedidos de sistemas de propulsão e aerodinâmica, levando a algumas explosões de aeronaves. Em um documentário, Elon Musk demonstra sua coragem e determinação ao investir grande parte de suas economias no desenvolvimento de novas tecnologias espaciais para empresa SpaceX. Em um momento, ele afirmou que possuía capital suficiente para financiar a construção de três protótipos de aeronaves, falhando miseravelmente em todas. Mesmo na falta de recursos financeiros, a empresa não desistiu, procurando investimentos exteriores para ganhar novas chances de produzir uma nave funcional. Após este contratempo que a SpaceX sofreu, logo encontraram investimentos suficientes para voltar a produção, chegando no modelo Falcon 9 SES-10, que contou com uma tecnologia pioneira no ramo de reutilização de foguetes, que foi muito bem sucedido.

A cada dia nos aproximamos mais do inimaginável. No passado, especularam que estaríamos voando em carros voadores, mas ninguém imaginou que estaríamos tão perto de chegar em outro planeta. Atualmente, Elon Musk, junto com sua equipe, trabalha diariamente na construção de novos modelos, entre eles estão o Falcon Heavy e Starhopper. Todos possuem tecnologia inovadora de lançamento e aterrissagem, projetados para realizar o trajeto Terra-Marte, cada vez mais rápido, demorando cerca de um ano para chegar até o planeta. 

Não sei se você percebeu, mas até agora só falamos sobre como ir até Marte, mas ainda não falamos como faríamos para nos manter lá, será que a SpaceX também tem planos para isso? Bom, a curto prazo, a empresa já estabeleceu e está desenvolvendo algumas tecnologias para assegurar o bem estar e segurança dos astronautas, entre os aparatos envolvidos pode se apontar projetos de rovers (“carros”) marcianos, módulos pressurizados e sistemicamente isolados do ambiente exterior do planeta. Contudo, há um problema, o planeta marciano possui uma atmosfera muito rarefeita, ou seja, a radiação solar chega à superfície do planeta com facilidade, sendo muito nocivo para seres humanos, sendo um grande obstáculo a ser superado. Atualmente, não temos nenhuma solução certas para este problema, entretanto, Elon Musk passa no momento por um “Brainstorming” de ideias, o que o levou a estipular algumas soluções um tanto quanto “loucas”. Uma delas envolve ao envio de balões para a atmosfera marciana que juntos tenham transmissores capazes de criar um campo eletromagnético que se assemelham à atmosfera da Terra, protegendo seres vivos da intensa radiação solar. Outra solução proposta por ele ficou conhecida como “Nuke Mars”, consistindo na explosão de bombas de fusão nucleares (não emitem radiação) na órbita de Marte para criar “sóis artificiais”, com isso, as calotas polares do planeta iriam derreter e criar condições favoráveis para a formação de uma atmosfera, resolvendo o problema da radiação solar.

Portanto, é muito provável que a chegada do homem no planeta marciano é apenas uma questão de tempo, ocorrendo dentro da próxima década, em 2024. Com o intuito de tornar sonhos em realidade, existem muitos físicos e engenheiros trabalhando arduamente para atingir o que é visto como intangível e nos levar para cada vez mais distante. Desta maneira, respondendo ao título do texto, SIM, nós iremos para Marte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s