Instagram tira números de curtidas e incentiva usuários a tirarem as máscaras também

Texto por Melissa Alfinito

Foto: Justin Sullivan/Getty Images

A forma como as pessoas se relacionam atualmente nas redes sociais tem se transformado em um comportamento cada vez mais intenso e vazio. Se por um lado muitas pessoas utilizam o meio virtual apenas para propagandear produtos ou para se informar, por outro, há aquelas que se envolvem na rede para criar imagens que nem sempre ilustram a realidade. Quando pensamos em exposição de personalidade não consideramos o lado negativo e também não esperamos ver abertamente esse compartilhamento de outras pessoas. 

Por isso, a internet se tornou um ambiente onde todos, ou quase todos os usuários, criam máscaras para se apresentar publicamente esperando se encaixar em um padrão surreal que a rede e a sociedade exigem. Podendo também essa máscara ser chamada de “persona”, o psiquiatra Carl Jung a define como “originalmente a máscara usada pelo ator, significando o papel que ia desempenhar. Como seu nome revela, ela é uma simples máscara que aparenta uma individualidade, procurando convencer aos outros e a si mesma que é uma, quando, na realidade, não passa de um papel”. Além disso, Jung a coloca como essencial para a construção da imagem em ambientes formais onde precisa-se de um comportamento mais controlado. Um exemplo é não se comportar em um ambiente de trabalho como se comporta em uma festa com amigos, utiliza-se a persona para moldar sua individualidade e se apresentar de maneira pertinente.

O problema começa quando quem põe essas máscaras esquece de tirá-las e a imagem inventada se transforma numa personalidade irreal fixa. Esse problema piora quando é percebido nas redes sociais. Inegavelmente, qualquer um que é usuário do mundo virtual nota a quantidade de pessoas que forçam imagens, corpos e vidas perfeitas para atrair seguidores e “likes”, ou para evitar que a atenção chamada seja negativa atraindo julgamentos causados pelo estranhamento de ser puramente real. A invenção de uma vida perfeita não prejudica só quem finge, mas também quem evidencia e acompanha essas realidades distorcidas, pois esse comportamento se torna uma espécie de regra que faz usuários duvidarem de sua própria essência e personalidade, incentivando-os a tentar mudá-las para se encaixar no padrão.

Mas, finalmente, algo foi feito e o começo de um resultado positivo foi despertado pela ação do Instagram de tirar a visualização das curtidas nos posts. Agora, apenas quem posta a foto ou o vídeo pode ver quantas pessoas “deram like”. Mesmo sendo algo pequeno e ainda sendo possível ver números, é uma boa iniciativa para quebrar a obsessão pela atenção e pelo desejo de agradar, pois muitos usuários já perceberam a vantagem da mudança e comentaram sobre o impacto positivo.

“Nós queremos que seus amigos foquem nas fotos e vídeos que vocês compartilham não em quantas curtidas recebem. Você ainda consegue ver os “likes” das suas fotos clicando na lista de pessoas que curtiram mas seus amigos não.”
“Opinião não-popular: O Instagram tirar as curtidas é uma ótima ideia. Muitas garotas (inclusive eu) se comparam com outras baseadas em quantas curtidas recebem. Dane-se isso. Vocé é linda sendo você mesma e a quantidade de “likes” não pode te tirar isso. Ponto final.”

Já passou da hora de deixarmos essa sede por números de lado. Nós classificamos corpos e vidas de acordo com imagens postadas e isso é muito perigoso! Vamos viver o real e aproveitar o agora sem numerar ou nos preocupar com quantos “likes” a foto que você postar vai ter. Não compare suas qualidades e a sua beleza com a dos outros, cada um tem sua singularidade e curtidas em fotos não fazem ninguém ser melhor que ninguém!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s